Saúde Mental II: Os desafios relacionais

Mantendo os contatos sociais (à distância)

 

Outro componente crítico para o bom estado mental é sentir-se conectado aos outros, e nesses tempos de pandemia algo mais fácil com a tecnologia ao nosso lado.

  • Os adultos podem reservar um tempo para amigos nas mídias sociais e por telefone e buscar apoio social recíproco, procurando saber se os outros estão bem.

  • As crianças e adolescentes estão acostumadas a ambientes altamente sociais e também precisam se conectar com os amigos, seja via redes sociais para crianças mais velhas ou em vídeo chamadas com amigos e familiares.

Restrição e bom senso ao contato com os idosos

 

Vivemos uma pandemia do novo coronavírus, batizado de SARS-Cov-2, que não poupa o nosso país. Diante dos avanços no número de casos por aqui convém esclarecer alguns pontos, sobretudo para o público de maior risco, os idosos, acima de 60 anos.

  • Enquanto o isolamento total ainda não foi recomendado, sugere-se reduzir a ida à casa dos avós, tios idosos, especialmente nos finais de semana.

  • Para avós que residem com os filhos e netos ou qualquer idoso, sugere-se que evitem sair de casa, evitem beijos e abraços, ou qualquer outro tipo de contato físico.

  • Que os filhos e netos tenham paciência e tolerância com pais idosos, pois se sabe que assim como as crianças e adolescentes, muitos idosos não compreendem a situação real do que está ocorrendo.

Sugestão de leitura para meditar e refletir: Salmo 24 – Traz amor, ternura e serenidade.

Please reload

Posts Em Destaque

Saber cuidar para novos tempos – II

29.4.2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags